RSS

Arquivo da tag: Parque do Cocó

Ocupantes do Parque Ecológico do Cocó tem duas horas para deixar a área

A briga pela posse do Parque Ecológico do Cocó, aqui em Fortaleza, está cada vez mais complicada. Hoje (dia 04/09/2013), a Justiça Federal do Ceará promoveu uma reunião entre o juiz substituto da 6ª Vara Federal no Ceará (Kepler Ribeiro), o superintendente  do Patrimônio da União (Jorge Luís de Oliveira Queiroz), a Polícia Militar, a Polícia Federal e os Procuradores Gerais do Município e do Estado. O Procurador da República, Oscar Costa Filho, e o vereador de Fortaleza, João Alfredo, também participaram da reunião.

Sim, muita gente e todos com o mesmo interesse.

A NOTÍCIA
Em agosto deste ano, o TRF caçou a liminar que embargava a construção do tal viaduto e, de uma hora para a outra, toda e qualquer presença na região parece uma incitação ao vandalismo. O que não parece entrar na cabeça de ninguém é o descontentamento geral ao proceder com as construções de viadutos, pela Prefeitura, no encontro das avenidas Antônio Sales e Engenheiro Santana Júnior e, para tanto, desde julho/13 que muitas pessoas até acampam no local.

A região tem várias adversidades climáticas, exposição direta ao criticismo daqueles que querem um viaduto pra ontem e súbita chuva de borracha e/ou spray de pimenta.

A questão é que a decisão de imediata desocupação do parque veio diretamente do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5), lááááá em Recife (essa viagem tão longa era realmente necessária?!). Não apenas isso, mas Oscar Costa Filho e João Alfredo (Oficiais da Justiça) afirmaram que vão dialogar com os manifestantes para que a desocupação seja pacífica.

Apesar de estarem acompanhados da Polícia Federal.

Após o fim do prazo de duas horas, a Polícia Militar está autorizada a interceder…

OUTRAS PERSPECTIVAS
De acordo com o professor José Borzachiello, (UFC), em seu artigo publicado no O POVO em agosto deste ano, o viaduto traz uma série de complicações para a cidade e não apenas estéticas, mas promove a degradação da área urbana (citando o caso do viaduto cruzamento das avenidas Santana Júnior e Santos Dumont), onde o comércio literalmente murchou e a malandragem aproveita a área para agir.

 

 
Deixe um comentário

Publicado por em 4 de outubro de 2013 em Status quo

 

Tags: ,

Manifestações em Fortaleza contra a construção de viadutos

As manifestações na região de Fortaleza por conta do impacto ambiental na cidade, coisa que favorece o crescimento urbano, ainda é novela que promete muitas emoções.

Para quem não está acompanhando, a Prefeitura de Fortaleza pretende prosseguir com o projeto de construção de dois viadutos. O primeiro deles vai permitir que os motoristas que seguem pela Avenida Antônio Sales acessem a Avenida Engenheiro Santana Jr. em direção ao Papicu. O segundo, vai da Avenida Engenheiro Santana Jr. em direção à Avenida Washington Soares.

Tanto entalhe urbano na intenção de desafogar o apavorante engarrafamento que se faz presente na hora do rush. Estes reflexos do progresso custarão uma bagatela de R$ 17.348.534,00.

Estamos realmente bem, já que o Governador contratou buffet de R$ 3,4 milhões.

Você sabe o que é caviar?! Pergunta pro Cid, ele vai te falar.

Insatisfeito, mais uma vez, o povão foi protestar.

Entendam que a população não se apresenta dessa forma simplesmente por ser “do contra”, há uma série de reivindicações. A questão não se limita só caráter impositivo do protesto, mas acreditamos que a obra não será tão benéfica assim e que problemas de trânsito devem ser resolvidos com transporte público decente (as rotas e os veículos dão vergonha), a inclusão de ciclovias (incentivo a deixar o carro em casa e optar por um meio de transporte mais saudável e menos poluente), fatores aliados a preservação do Parque Ecológico do rio Cocó, coisa nossa.

Tudo isso não será alcançado por um “viado adulto”.

Quer dizer, viaduto.

Há quem seja de total acordo com a construção dos viadutos, crendo que este empreendimento será a solução para a cidade. Independente do que é melhor para a cidade, todo mundo sabe o que é melhor para seus cidadãos: Respeito. A proteção ao direito apontado na Constituição, não está sendo respeitado, visto que manifestantes que acampavam no Parque do Cocó tiveram seus bens apreendidos.

Além de levar uma boa surra.

Neste dia 15/08, feriado, os manifestantes se reuniram na Praça Portugal e marcharam até o Parque do Cocó, onde a a polícia já esperava para uma conversa amigável e interessante.

Bom, não tão amigável assim.

Pena que não achei qualquer vídeo que ilustre o confronto do dia 15/08, mas você pode observar a sutileza da PM contra a população clicando aqui, aqui, aqui, aqui também, aqui, ainda aqui e, por fim, aqui também tem.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 16 de agosto de 2013 em Status quo

 

Tags: , ,

Link

Tribunal Regional Federal suspende liminar que embargava obra de viadutos no Cocó

É, meu povo, alegria de pobre dura pouco mesmo!

Depois que a Prefeitura de Fortaleza entrou com o pedido de suspensão de liminar contra a decisão da 6ª Vara Federal, durou menos de uma semana e, apesar das manifestações ocorridas no dia 08 de agosto de 2013, o Tribunal Regional Federal (5ª Região) nesta quarta-feira (14) chutou pra escanteio a liminar que embargava a obra de dois viadutos na confluência entre as avenidas Engenheiro Santana Júnior e Antônio Sales.

A liminar foi derrubada, igual as árvores do Parque Ecológico do Cocó.

Para quem não sabe, o projeto se chama Transfor e propõe uma série de reformas na área urbana, porém, as atividades propostas pelo Projeto Transfor são consideradas por demais intrusivas ao que ja é considerado uma área de conservação, um parque de vida natural. Na verdade, o Parque do Cocó já sofre muitos problemas por conta do impacto ambiental que o crescimento urbano causa.

O juiz da 6ª Vara Federal Francisco Roberto Machado embargou a tal da obra, porém, a decisão do presidente em exercício, desembargador federal Edilson Nobre, é de manter as intenções da Prefeitura de Fortaleza.

Tudo indica que nós ficaremos nessa dança das cadeiras.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 15 de agosto de 2013 em Status quo

 

Tags: , ,

Vídeo

Manifestações contra o Viaduto no Parque do Cocó

Desde um tempo relativamente curto (antes da Copa das Confederações) para cá, as ruas do país foram tomadas por manifestantes que exigem, de nossos governantes, um digno tratamento em áreas como a Saúde, Educação e Segurança na manutenção do Brasil, além de uma suspensão da Corrupção gritante e destoante.

Pelo menos suspender, né, pois extinção da corrupção no Brasil é algo meio utópico. É mais fácil ver o He-man e o Esqueleto trabalhando juntos.

Depois das manifestações contra a Corrupção no Ceará, que eu comentei na época, agora passamos pelas reivindicações públicas por conta da construção de um viaduto no Parque Ecológico do Cocó, uma área florestal em plena selva urbana. Diante disso, resolvi fazer essa postagem por conta dos eventos de caráter reivindicatório que desbotam por todo o Brasil.

E no Egito também.

MANIFESTAÇÕES NO PARQUE ECOLOGICO DO COCÓ – FORTALEZA
Na ultima quinta (dia 08/08), cerca de 300 policiais do Grupamento de Operações Especiais da Guarda Municipal de Fortaleza foram convocados para promover a desocupação de manifestantes que protestavam (e ainda protestam) contra a construção de dois viadutos.

De acordo com o vídeo acima, para variar, o poder público promoveu uma desocupação violenta e truculenta.

De acordo com o vídeo acima, para variar, o poder público diz que foi tudo de forma pacífica.

Caso alguém entenda o ponto de vista dos nossos estimados governantes quando o assunto é desocupação pacífica, faça a fineza de me explicar, pois a atitude dos policiais contra os cidadãos faz a briga do Hulk contra o Loki parecer uma gincana entre escoteiros.

O vídeo que precede esta postagem é autoexplicativo.

É preciso lembrar que quando houve a ocupação da Assembleia Legislativa pelos professores, o então presidente da Assembleia (atual prefeito de Fortaleza), a desocupação também foi dentro da legalidade. Aliás, durante as manifestações contra os excessivos gastos e da corrupção, durante a Copa das Confederações, o Governador do Estado promoveu um banquete de porrada para apaziguar os ânimos, tudo dentro da legalidade.

O Kratos devia fazer um estágio com os PMs daqui.

Reza a lenda que o Ministério Público teria emitido duas recomendações, através do Centro de Apoio Operacional de proteção à Ecologia, Meio Ambiente, Urbanismo, Paisagismo e Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural (Caomace) e da Procuradoria Regional da República no Estado do Ceará, sobre esse negócio de derrubar árvore lá no Cocó.

Ainda estamos para ver o final desses eventos que envolvem problemas sobre a construção desse diabo de viaduto. Conforme informado anteriormente, eu acho mais fácil o Esqueleto se unir ao guerreiro de Eternia do que esses desconfortos serem solucionados…

… espere um instante, Esqueleto e He-Man já se uniram.

Para quem não lembra, houve um episódio chamado A Semente do Mal, onde os maiores inimigos de Eternia se uniram para combater uma adversidade que acabaria com tudo.

Macacos me mordam, o Brasil tem jeito!

 
Deixe um comentário

Publicado por em 14 de agosto de 2013 em Status quo

 

Tags: , ,

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 88 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: