RSS

Um delírio – Personagens charmosos de “Cruzada”

08 mar

Sinceramente, nem sei quantas vezes eu comecei este artigo, apaguei, comecei de novo, apaguei outra vez e este procedimento se repetiu mais do que a franquia “Pequenos espiões” na Globo.

O que é uma marca muito dificil de ultrapassar… muito mesmo.

Para que todos os meus (trinta e oito) queridos leitores deste blog entendam o que está acontecendo, deixem-me explicar: Inicialmente eu queria fazer um post sobre o filme “Cruzada” (do mesmo produtor de “Gladiador”, o criativo e exótico Ridley Scott) que passou no dia 22/02, tela-quente. Avisando que, por se tratar de um filme bom, a Globo toma o procedimento default: NÃO DIVULGAR DE FORMA COMPETENTE EM HIPOTESE ALGUMA!

Ah, que foi? A Globo nunca divulga filmes bons, eles exibiram “Alien – O 8º passageiro” de madrugada tão escondido que parecia até que o Alien borrachudo sairia da tela e faria coisas pouco cristãs com todos os tele-espectadores. Ah, e para aqueles que não sabem, Alien também é produção do Ridley Scott. Ele também carrega no currículum grandes películas como Blade Runner – Caçador de andróides, Gladiador, Hannibal, Falcão negro em perigo, entre outros. É mole ou quer duro?!

Enfim, eu gostei pacaráio do filme e queria fazer um GRAAAAANDE DELÍRIO sobre o mesmo, o problema é que, enquanto a Globo divulga até a exaustão patifarias nojentas e sensacionalistas como BBB, eu me vi, no horário do filme, xeretando o álbum dos outros no Orkut… é não me culpe por estes hábitos, tenho muitos outros e são todos ruins.

Diante disto, meus primeiros planos para este post foram ceifados sumariamente eliminados pelo grande Freeza.

Assim sendo, juntei os cacos de minha proposta original e parti para o contra-ataque: Nada de delírios sobre o filme, farei um delírio sobre os melhores personagens!

Ai bati de frente com outro problema: Como se trata de um filme do Ridley Scott, o ambiente, época, espaço-tempo e outros “detalhes mínimos” do gênero são meio que deixados pra segundo plano, quase negligenciados. Entendam que os filmes deles tem uma característica exótica, um charme dedicado aos personagens. O que matou foi justamente o personagem principal: Balian de Ibelin, ele não existe!

Balian de Ibelin - O vigoroso manejador de espadas que só existe na trama e bagunça tudo.

Balian de Ibelin - O vigoroso manejador de espadas que só existe na trama e bagunça tudo.

É isso mesmo, você não leu errado. Entendo que o personagem é bacana, ele aprende rápido e muita mulher ficou babando por ele ao mesmo tempo que proferia inúmeros palavrões em diversos idiomas diferentes quando ele faturou a maravilhosa rainha Sibila de jerusalém (que é um pitelzinho, diga-se de passagem). Mas sejamos francos, o personagem foi criado para, simplesmente, fazer o maquinário rodar direitinho, um personagem fictício inserido numa trama sem alterar muito o enredo. De fato há um Balian mas ele não tem um pai chamado Godfrey nem fatura a rainha Sibila (YEAHHH!! Perdeu prayboy!!), o rei Balduíno IV é sucedido por Balduíno V e, logo após a morte deste, é designado que o cuzão Guy de Lusingnan não mais seja indicado para o trono, dando lugar ao Guilherme de Tripoli. Claro, mais na frente, o cuzão Guy será consagrado rei consorte mas falemos disto em outro momento.

Isso minou de vez todas as possibilidades de criar um post sobre os personagens mais charmosos da trama, mas mudei de idéia, visto que a história sofre influência direta de Hollywood por um personagem que nem existe.

Mais uma vez, meus planos para o post vão pro beleleu que nem um produto ACME na mão do Willy Coyote.

Me sobrou falar dos personagens que mais gostei, ainda que muito deva ser dito, comparado com a trama e retificado por conta das alterações ocorridas no decorrer do filme. Coisa que, diante de um evento que reúne numa uma guerra pela terra santa dois dos maiores figurões de sua época (Balduíno IV – O leproso e o temível Sultão Saladino), é muito pertinente. Sobre as diferenças do filme com a história é que há um diálogo entre o Sultão e o Balian onde o rapaz pergunta “O que Jerusalém vale pra você?” e o sultão responde com desdém “Nada…” depois se vira com uma cara de menino sapeca e completa “… e tudo!”, aquela terra é realmente palco para inúmeros propósitos, é como se fosse o trono de Deus no planeta, aquele que dominar o sitio da maior religião corrente, com maiores adeptos, de todos os cantos do mundo e sendo a mais influente em todos os aspectos de nossa sociedade (o que podemos entender que estes fatores também eram de peso naquela época), seria um dos homens mais poderosos da terra, já que capturaria o trono de Deus como propriedade particular, o que causa um tremendo impacto em qualquer civilização que tentar desafiá-lo.

A história ainda conta com os personagens originais dos fatos verídicos ocorridos na terra santa, muita coisa ali pode servir de embasamento histórico (a pilhagem das terras, a postura heróica e comovente de Balduíno IV, o temor das nações em enfrentar Sultão Saladino, a postura de cuzão do Guy de Lusingnan…). A charmosa Sibila de Jerusalém que, na história, se agarra com o rapaz Balian, na peleja dos guerreiros templários na terra santa, ela é mulher do arrogante Guy de Lusingnan. Este ultimo, sofre severas reprovações de um dos meus personagens favoritos: Balduíno IV. O cara é demais, leproso desde criança, leva o reino nas costas e só morre mais cedo, pois se expõe radicalmente ao calor do deserto (ainda mais por baixo de uma armadura e uma cota de malha para não mostrar o corpo sofrido pela lepra) e se manteve firme no posto de rei até o final, negando passar o fardo para outro. As fontes são unânimes em afirmar que Balduíno era precoce no brilhantismo de personalidade, intelecto e, apesar do avançado estado de gangrena, erguia a espada e lutava bravamente no meio do bate-cabeça.

Nunca largou uma briga sem ao menos dar a dele. Após sua morte, quem comanda é o homem que acompanhou seu tormento desde a infância: Guilherme de Trípoli. Somente depois que morreu, ainda assim, sendo homenageado pelos amigos e ainda inimigos, o que mostra que nossa sociedade moderna e intelectualmente superior, tem muito que aprender com estes guerreiros sanguinários e impiedosos, porém, honrados. Nossa sociedade que distribui em ampla escala a idéia de que ser honrado é ser otário e que humildade é coisa de viado. Ainda bem que temos heróis como o Ziraldo que esculhamba abominações como o BBB sempre que tem oportunidade.

E é por isso que ele nunca mais apareceu na Globo.

Outro personagem que merece nossa atenção é o Sultão Saladino (não apenas o Saladino da história mas o Saladino do filme que é um atorzão e ta muuuuuito parecido com os desenhos do guerreiro da época). No topo de uma linha de guerreiros que são capazes de transformar qualquer geração de inimigos diante do nariz em uma mera mancha no chão, Saladino sai governando tudo por onde passa. Lembrando que nenhum outro povo de sua época tentou sequer dizer que o sultão era feio, todos os outros povos se resumiam a bater o pé no chão e fazer biquinho diante do poderoso Saladino, o único com fibra capaz de, não apenas peitar o cara, mas ainda, bota-lo pra correr (tanto a ponto de bater o calcanhar na bunda) era o rei Balduíno IV – O leproso.

CONCLUSÃO

Filme recomendado! Aliás, falando em filme, sei que fiquei devendo um delírio sobre o ponto de vista hollywoodiano sobre os contos gregos, a nova coqueluche do momento, Percy Jackson e o ladrão de raios. Esta, por hora, ficarei devendo mas ela vai sair sim ,garantcho! Devido a todos os motivos apontados acima e outros que se resumem ao trabalho e vida pessoal, estarei pulando por um breve momento este artigo mas estarei chegando com mais, não percam.

ενθουσιασμός.

 
11 Comentários

Publicado por em 8 de março de 2010 em Status quo

 

Tags: ,

11 Respostas para “Um delírio – Personagens charmosos de “Cruzada”

  1. Arkimi

    20 de março de 2010 at 20:23

    Eu já assisti já faz alguns anos este filme, na verdade tenho vontade de cagar quando vejo Balian, para mim, também, os que atrasam é Balduíno IV e Saladino. Pô, acho o Maximo aquela cena no final quando Saladino toma a cidade e pega a cruz no chão e põe na mesa, só para você ver o respeito que ele teve, cara, isto se chama honra e humildade.
    Realmente o filme é bem bacana!

    Curtir

     
  2. eduarda

    11 de abril de 2010 at 1:15

    quais sao os personagens principais do filme cruzadas??? ‘-‘

    Curtir

     
    • Carlos Bazuca

      11 de abril de 2010 at 17:38

      Eduarda,

      To levando em conta os personagens do filme e não no contexto histórico. Como já mencionei no artigo, Balian (Orlando Bloom) nem sequer existe na história mas foi criado no filme, ele é o principal, bonitão, fodão e bom moço por excelência. Ainda há a excêntrica rainha Sibila (Eva Green) e o rei leproso Balduino IV (dizem q quem interpretou o rei foi Edward Norton) para completar o lado dos moçinhos. Nos bandidos temos o sacana Guy de Lisingnan (Marton Ksocas, eu acho q é assim q escreve) e o misterioso Sultão Saladino (Ghassan Massound) que, ora estimula o protagonista, ora lasca com seus planos com um baita pelotão.
      Vigiando esses dai vc entende bem a história, os outros eu considero secundários ou descartáveis.

      Curtir

       
  3. Maycehl Santos

    16 de abril de 2010 at 14:40

    Embora eu tnha achado o filme por demais “romântico”, como a cena da canalização da água; o “ocidental” levando ciência pro “oriental”, o enlatado cumpriu seu papel fundamental, a saber, me “enterter” na segunda à noite. Realmente Saladino é o que melhor tem no filme, e a cena do copo d’água já li em um livro.

    Curtir

     
  4. Ana Beatriz da Silva

    14 de maio de 2010 at 10:30

    Eu te acho um gato!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!11

    Curtir

     
  5. ANNABETH

    26 de setembro de 2010 at 15:55

    Péssimo filme .Péssima interpretações ( menos para Edward Norton que até irreconhecivel atrás de uma mascara dá show , só com o olhar e a entonação da voz ) , Orlando BLoom não fez nada de diferente do que ja tonha mostrado antes , é simplesmente como a agua , incolor , inodoro e insosso .

    Curtir

     
  6. Evelyn

    22 de dezembro de 2010 at 10:38

    Perfeitoooooooooo, Templários é minha pagina da Semana!!! bjo

    Curtir

     
  7. Paullu di Paullus

    11 de outubro de 2011 at 0:47

    Saladino….. assim como Ciro, o Grande…..Fidel…….Mao……e etecoétera……tem seu nome e feitos reconhecidos……. mesmo que as vezes a História oficial ocidental falte com a verdade dos fatos acontecidos….
    Como todo filme, que deve gerar lucro e que as vezes tem que mascarar, por pressão oculta, o fato verdadeiro ocorrido, lógico que caiu na mesmice rocambolesca de ter que por um personagem fictício para atrair público…..
    Apesar de erros, é um filme grandioso…….marca de seu diretor….
    ….tim….tim…salute………..um brinde à Saladino e á Honra….

    Curtir

     
  8. Thiago Liberato Lentini

    15 de outubro de 2013 at 10:48

    Sei que já faz um bom tempo desse post mas estou passando só pra dizer que Balião, ou Balian de Ibelin existiu sim!! Talvez a história de sua vida tenha sido mudada no filme mas o mesmo existiu e foi um dos personagens que moldaram a história do Reino de Jerusalém…http://pt.wikipedia.org/wiki/Bali%C3%A3o_de_Ibelin

    Curtir

     
    • Carlos Bazuca

      16 de outubro de 2013 at 12:40


      Cara, tenho q reconhecer, VOCÊ ESTÁ CERTO!
      Balião de Ibelin existe realmente… ou existiu. Enfim, pesquisei melhor e creio q rolou confusão, pois o cara q só existe na trama é o guerreiro Godfrey. Contudo, não seria interessante apagar a postagem, isso seria esconder minhas gafes. Farei um link nessa postagem para uma nova.
      VLW pela dica! São pessoas iguais a vc q melhoram blog iguais ao meu rsrs.

      Curtir

       

Comenta aí, pô!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 72 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: